Good Contents Are Everywhere, But Here, We Deliver The Best of The Best.Please Hold on!
Your address will show here +12 34 56 78
Blog
Algo que me incomoda profundamente é a utilização de palavras sem sentido. 
Novos jargões, como Growth Hacking (que eu acho incrível), mas que boa parte dos profissionais utiliza pra justificar algo que não é aplicável.
Clique aqui para matéria em vídeo. Clique aqui para matéria em audio.
Uma das frases mais comuns no Marketing Digital é que o conteúdo é rei. É através do conteúdo que as coisas acontecem. Posteriormente houve um movimento grande em torno do contexto, que se o conteúdo é rei, o contexto é a rainha. Alguns até dizem que o conteúdo é deus. Sacanagem. Essa é uma forma comum de expor algo de extrema importância em um segmento, e eu concordo com isso. O contexto é realmente parte fundamental de qualquer processo no digital. Em qualquer evento de comunicação, especialmente no meio digital, falar sobre o contexto é bem comum. O contexto do usuário, contexto do anúncio, contexto de qualquer coisa. Por ser uma palavra simples e citada com tanta frequência, a sua aplicação acaba passando sem que muitos profissionais entendam realmente como aplicá-lo no dia a dia.

Uma palavra e muitas variáveis

Imagina que você fez uma texto complexo, pelo menos vinte páginas e um assunto não muito comum, algo de nicho mesmo. Agora imagine você distribuindo esse conteúdo em uma sexta-feira as 18:00h. Para a maioria duas usuários, esse definitivamente não é um horário para consumir conteúdo analítico. Pode até ser que em um segmento específico sim, mas isso também faz parte de entender o contexto do usuário. Eu ainda vejo profissionais de Marketing Digital fazendo posts, produzindo conteúdo, ebooks, qualquer coisa. Em muitos casos o conteúdo é excelente, mas não tem nenhuma repercussão satisfatória. Em um dos meus testes recentes, descobri que mais de 90% do público que eu envio email marketing durante o horário comercial, consome o conteúdo no desktop. Se eu penso em sempre otimizar para dispositivos móveis porque essa é a tendência absoluta, posso perder uma grande oportunidade de usar um maior espaço de tela para comunicar a minha mensagem. E essa é só uma das variáveis, existem milhares delas. Não é fácil. Gostaria que isso ficasse bem claro, trabalhar com contexto de usuário não é algo simples ou trivial. Você vai realmente ter que se esforçar e elevar o seu jogo no Marketing Digital para conseguir se aproveitar dele de uma forma prática. Sabendo que é difícil, você se prepara melhor e aceita que é possível, aos poucos, construir uma estratégia que irá se utilizar das informações que você tem a respeito do seu usuário.

A receita para trabalhar com o contexto do usuário

A melhor dica que eu posso te dar, é que você seja empático. Sim, assim como o contexto, a dica é simples, mas difícil de aplicar não é? Ser empático com pessoas e situações que te deixam confortável é tranquilo, mas quando estamos trabalhando para outras marcas, nem sempre é o caso. A partir do momento em que você realmente se coloca no lugar do seu usuário. Considerando as circunstâncias, a mensagem e o meio, aí sim você estará apto a trabalhar com contexto de uma forma prática. Um abraço,
0

Blog
Prever o futuro sempre parece algo mágico, sobrenatural, mas não é. No final das contas, você conhece mais sobre Análise Preditiva do que imagina.
Clique aqui para matéria em vídeo. Clique aqui para matéria em audio.
O ser humano pode ser bem previsível com relação a suas ações e atividades cotidianas, isso faz com que a previsão torne-se algo perfeitamente possível. Eu sempre utilizo nas minhas aulas o exemplo sobre o trânsito. Imagine que hoje é um domingo, a cidade está relativamente tranquila, mas na segunda, as 18:00h na principal região da sua cidade, é bem possível que exista algum tipo de congestionamento. Dependendo da cidade, você pode tratar isso como uma certeza.

Procure por padrões

Como faz parte do dia a dia, poucas pessoas percebem que na verdade, estamos falando de prever o futuro aqui. O mesmo conceito pode ser utilizado para outras ações comuns como: comprar um produto/serviço, ir de um ponto a até o ponto b e outras rotinas diárias ou sazonais. Quando você leva isso para o meio digital, é possível entender melhor o comportamento do consumidor e, em algum nível, antecipar-se a suas necessidades para que ele seja bem atendido. A Black Friday é um bom exemplo. Empresas como Amazon, realocam profissionais de outros departamentos para contribuir no processo de empacotamento de produtos. Caso contrário, muitos pedidos seriam atrasados pelo simples fato de que o empacotamento não é rápido o suficiente. Isso é prever e antecipar-se ao futuro. A minha dica pra você é que fique atento para identificar padrões de comportamento. Quando for analisar, não olhe simplesmente para uma foto do momento, mas veja como essa foto se encaixa em um contexto maior e procure por repetições. Se dentro das repetições você encontrar um padrão, esse é um bom começo para iniciar suas atividades com análise preditiva. Não deixe que o nome assuste, independente do porte da sua empresa, você pode extrair insights valiosos identificando padrões de comportamento. Um abraço,
0

VOCÊ É PROFISSIONAL DE MARKETING DIGITAL?
Receba minhas melhores dicas, análises e informações sobre cursos.
 
ASSINAR
Frequência: no máximo 2 emails por semana
X