Good Contents Are Everywhere, But Here, We Deliver The Best of The Best.Please Hold on!
Your address will show here +12 34 56 78
Blog

Eu perdi as contas de quantas vezes eu e a Maria Rita conversamos a respeito de produzir conteúdo com frequência.

Conteúdo sempre foi um ponto fraco pra mim. Não era completo descaso, mas eu sentia que poderia trabalhar melhor a minha produção no dia a dia.
Os vídeos sempre foram algo divertido pra mim. Por isso, eventualmente eu gravava algo ou promovia um vídeo ao vivo. Pra quem olha de fora até pode parecer que eu fazia isso com frequência, mas a verdade é que não havia frequência alguma. 

Como consultor, isso sempre me incomodou porque eu tenho uma natureza extremamente prática. Eu gosto de falar daquilo que eu sei, que eu testei. Com frequência eu me mantinha fora de debates a respeito de conteúdo porque não achava que tinha experiência prática.
Conforme o tempo foi passando, a necessidade só ficava mais latente. Eventualmente eu ouvia a Maria Rita falando sobre a ideia de produzir conteúdo e aquilo me arrepiava um pouco. Sério, produzir conteúdo diariamente parecia uma loucura pra mim. Eu nunca tinha tempo

O dia em que resolvemos ir adiante

Um dia desses resolvemos que iríamos levar o assunto adiante.

Depois de uma conversa nossa sobre inclusão, decidimos que precisámos de legendas para os vídeos e a Maria Rita resolveu assumir essa bucha (ainda bem). Para testar várias redes e ter uma experiência real de produção de conteúdo, não era suficiente produzir e publicar em um único lugar em um único formato. Eu teria que testar múltiplos formatos. Então, todos os dias, durante 30 dias, fizemos o desafio de publicar um vídeo, escrever uma matéria com o mesmo tópico, extrair o audio e publicar no stories (eventualmente).

Durante todos esses dias tinha o seguinte:

. Post no Blog

. Vídeo no Facebook

. Vídeo no Youtube

. Link no Twitter

. Vídeo 1:1 no Instagram + Legenda

. Audio no SoundCloud

. Texto no Medium

. Texto no Linkedin

Todos os dias, sem faltar.

Foi insano.

Acabamos pegando o pior período da história da humanidade pra fazer isso, já que durante esses 30 dias pegamos 3 feriados, uma greve geral e eventos da família. Para deixar tudo mais emocionante, nossa câmera principal quebrou dois dias antes de iniciarmos.

Enfim, tinha tudo para cancelar, tudo para dar errado. Uma curiosidade que poucas pessoas sabem, é que eu sou músico. Toco piano desde os 6 anos de idade. Eu estava obcecado com uma música de fundo, nada que eu ouvia estava bom. Então no dia que resolvemos iniciar, eu ainda não havia encontrado nenhuma música e por isso, resolvi gravar eu mesmo uma. Não ficou perfeita, não ficou do jeito que eu queria, mas era uma música minha nos meus vídeos. Acho que mais pessoal que isso fica impossível.

Depois de 30 dias de conteúdo

Ao longo dos 30 dias, o objetivo também era trabalhar um conteúdo que fosse atemporal. Afinal de contas, o mercado muda muito rápido e eu não queria esse conteúdo obsoleto em pouco tempo.

Hoje é o último dia. Acabou.

Acabou de começar na verdade porque depois dessa experiência, eu decidi que vou fazer vídeos diários. Em outros formatos, mas diários. 

A Maria Rita teve um papel incrível de trabalhar as legendas e corrigir as minhas falas com o passar do tempo. Ainda tenho muitos defeitos na hora de me comunicar, mas o importante é que eu sei vários deles agora e posso trabalhá-los.

O resultado desses vídeos foi bem incrível em termos de negócio. Fomos encontrados com muito mais frequência e 

alguns bons negócios apareceram já nos primeiros dias. Eu recomendo bastante para qualquer profissional da área. 

A minha dica pra você é que nunca espere o momento ideal. Não existe o momento ideal. E mesmo que seja uma péssima ideia começar, isso pode trazer uma resistência e experiência incríveis pra você. Eu vou ficar com o vídeo. Os textos, com menos frequência. O que não vai me impedir de colocar um dos projetos de livro para funcionar, enfim. 

Mas é isso 😉 Obrigado por me acompanhar nessa jornada. Foi um prazer ter você por aqui. Espero que continue voltando <3 Um abraço,

 
0

VOCÊ É PROFISSIONAL DE MARKETING DIGITAL?
Receba minhas melhores dicas, análises e informações sobre cursos.
 
ASSINAR
Frequência: no máximo 2 emails por semana
Assine minha lista exclusiva para profissionais de Marketing Digital
ASSINAR
X